Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/123456730/123
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Fala garot@! Sobre sexualidades nas famílias e nas escolas: vozes juvenis que ecoam e transgridem
metadata.dc.creator: Silva, Karine Nascimento
metadata.dc.contributor.advisor1: Castro, Mary Garcia
metadata.dc.contributor.referee1: Abramovay, Miriam
metadata.dc.contributor.referee2: Cavalcanti, Vanessa Ribeiro Simon
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa apresenta reflexões em torno das sexualidades humanas, transitando por vários olhares, que deflagram debates e ao mesmo tempo fomentam silêncios, fragmentações e questionamentos contínuos, especificamente ao se reportar as pessoas que não convergem com as normatizações vigentes, ou seja, que não obedecem ao modelo heteronormativo. O trabalho descreve as investigações acerca das vivências, representações e experiências da juventude, entendida como ciclo decisivo para demarcação de diferenças de gênero, além de pensar a questão da diversidade sexual. A complexidade das sexualidades e a pluralidade ainda são rejeitadas tanto na escola quanto na família, ocasionando não raro a discriminação e a exclusão de jovens que não se enquadram nos padrões heterossexuais, prestigiados socialmente. Por tais razões, a pesquisa centrou sua investigação nas representações sociais d@s jovens sobre diversidade sexual na família e na escola e de que forma essas narrativas reportam violências, silenciamentos, transgressões e encontros em cumplicidades. Busca-se compreender a atuação social da família e da escola na dinâmica de formação de subjetividades, produção e/ou ausência de práticas/ideário que colaboram com violências. Neste sentido, optou-se pela pesquisa empírica e bibliográfica de cunho qualitativo, abordagem construcionista, com o uso de entrevistas semiestruturadas com jovens estudantes do Ensino Médio em Jequié. Para organização e apresentação dos dados levantados, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo. Como referencial teórico recorreu-se a autor@s da área dos Estudos Culturais, Pós- Estruturalistas, Estudos feministas e Queer, a saber: Beatriz Preciado (2011), Guacira Lopes Louro (1994, 1997, 2001, 2004, 2013a e 2013b), Judith Butler (2002, 2008, 2013, 2013a), Michel Foucault (1982, 1987,1988, 200, 2004, 2011 e 2012), Pierre Bourdieu (1975,1989, 2003 e 2012), Teresa De Lauretis (2006), Richard Miskolci (2005) entre outr@s. Os dados qualitativos foram divididos em três blocos de interpretação e análise: representações e narrativas pessoais sobre a sexualidade; representações e narrativas juvenis sobre a sexualidade no contexto escolar e discussões acerca das sexualidades sob o prisma familiar. Os resultados demonstram a necessidade do debate sobre gênero e sexualidades, de modo que tod@s @s envolvid@s na escola e na família, em parceria de trabalho com outras instâncias sociais, possam contribuir para espaços privilegiados para o questionamento e desestabilização da hegemonia compulsória do modelo heteronormativo.
Abstract: This research presents reflections on human sexuality, moving through various looks, that trigger debates and at the same time foster silences, fragmentation and continued inquiry, specifically when referring people that do not coincide with current norms, that is, not obey the heteronormative model. The paper describes the research into the experiences, representations and experiences of youth, seen as decisive cycle for demarcation of gender differences, and think the issue of sexual diversity. The complexity of sexuality and plurality are still rejected both at school and in the family, often causing discrimination and exclusion of young people who do not fit the heterosexual patterns, socially prestigious. For these reasons, the research focused his research on the social representations d @ s youth about sexual diversity in the family and at school and how these narratives report violence, silence, transgressions and meetings in complicity. We seek to understand the social role of family and school in the dynamics of subjectivity formation, production and / or absence of practices / ideas that contribute to violence. In this sense, we opted for the empirical literature and a qualitative one, constructionist approach, using semi-structured interviews with young high school students in Jequié. For the organization and presentation of the data collected, we used the technique of content analysis. Theoretical framework resorted to author @ s area of Cultural Studies, Post-structuralists, feminist studies and Queer, namely: Beatriz Preciado (2011), Guacira Lopes Louro (1994, 1997, 2001, 2004, 2013th and 2013b) Judith Butler (2002, 2008, 2013, 2013th), Michel Foucault (1982, 1987.1988, 200, 2004, 2011 and 2012), Pierre Bourdieu (1975.1989, 2003 and 2012), Teresa De Lauretis (2006) Richard Miskolci (2005) among othe @s. Qualitative data were divided into three blocks interpretation and analysis: representations and personal narratives about sexuality; representations and narratives about youth sexuality in the school context and discussions about sexuality in the family prism. The results demonstrate the need for debate on gender and sexuality, so that we alls Wrapped @s in school and in the family, in partnership working with other social organizations, can contribute to privileged spaces for questioning and destabilization of hegemony compulsory the heteronormative model.
Keywords: Sexualidades
Diversidade sexual
Juventudes
Família
Sexuality
Sexual diversity
Youth
Family
metadata.dc.subject.cnpq: Sociais e Humanidades
Multidisciplinar
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Catolica de Salvador
metadata.dc.publisher.initials: UCSAL
metadata.dc.publisher.department: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
metadata.dc.publisher.program: Família na Sociedade Contemporânea
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/123456730/123
Issue Date: 24-Feb-2015
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SILVA KN-2015.pdf1.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.