Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/123456730/233
metadata.dc.type: Tese
Title: Capital social, família e redução da pobreza: um percurso na literatura
metadata.dc.creator: Cunha, José Onofre Gurjão Boavista da
metadata.dc.contributor.advisor1: Petrini, Giancarlo
metadata.dc.contributor.referee1: Alcântara, Miriã Alves Ramos de
metadata.dc.contributor.referee2: Cavalcanti, Vanessa Ribeiro Simon
metadata.dc.contributor.referee3: Maia, José Afonso Ferreira
metadata.dc.contributor.referee4: Ulian, Ana Lúcia Alcântara de Oliveira
metadata.dc.description.resumo: Inserido na linha de pesquisa “Família e Sociedade”, esta tese tem por objetivo apresentar o Capital Social e familiar como instrumentos relevantes na geração de políticas sociais efetivas para o combate à pobreza, bem como para o empoderamento de grupos comunitários pobres na busca da superação das suas dificuldades, atuando os seus membros de forma solidária e cooperativa em prol do bem comum. Para tanto, tomou-se como fundamento o estudo do Capital Social, da pobreza e da família, três categorias que ocupam notáveis dimensões nos estudos das Ciências Sociais em particular e em quase todas as demais áreas do conhecimento. O Capital Social, que assume centralidade neste trabalho de tese, revestiu-se do significado que possui hoje somente a partir dos anos 1980 e foi examinado amplamente quanto à sua própria existência, seus conceitos, seu paradigma em construção na direção da maturidade, seu modelo analítico e suas aplicações no mundo real, sua aproximação com a economia e a psicologia, com a contribuição de um grande número de autores, nacionais e internacionais, apontando para o combate à pobreza e fazendo jus à sua condição de instrumento que corporifica o objeto da pesquisa. Já a abordagem da pobreza foi concebida em torno de dois eixos: o primeiro trata a pobreza como um problema para o conhecimento, envolvendo as diversas concepções em torno do tema e trazendo mensurações que dão uma ideia aproximada da sua amplitude e gravidade, e apontam na direção das medidas concretas e de programas orientados para o seu enfrentamento efetivo; o segundo eixo consiste em trabalhar a pobreza como um problema para a ação, compreendendo a proteção social e as políticas públicas que erigiram a sua redução quantitativa como um importante elemento da atuação do Estado e de outras organizações nesse campo específico. Foram examinados textos de autores que estudaram a temática no âmbito das variadas áreas do conhecimento que representam, levantando-se dados e informações a respeito de programas e projetos comunitários bem sucedidos, virtuosos, de superação da pobreza, mediante o uso do Capital Social, tanto no Brasil quanto em outros países, sintetizando-se esse processo de enfrentamento do problema como uma questão inserida na luta pelos direitos humanos e pela sustentabilidade econômica-social-ambiental no planeta. A família, que no período pós-guerra chegou a ser considerada uma instituição ultrapassada, por falta de funcionalidade, nos tempos modernos retomou o seu papel como sujeito social indispensável para acolher e cuidar de crianças e idosos, como referência para seus membros e parceira imprescindível para a implantação de políticas públicas/sociais. Ressalte-se a centralidade da família para o planejamento e a execução de projetos de vida, ponto inicial para que se possa vislumbrar um combate efetivo à pobreza. O projeto de vida tem como objetivos imediatos a melhoria dos níveis de educação, saúde, moradia e emprego e situa-se em direta oposição às estratégias de sobrevivência, que se preocupam unicamente com as necessidades imediatas. A família se reveste de papel fundamental na composição deste trabalho de tese, em especial quanto à abordagem do potencial construtivo do que tem sido denominado Capital Social Familiar, uma noção ainda embrionária com perspectivas promissoras no tocante ao combate à pobreza, através dos bens relacionais produzidos pelas relações pessoais, próprias e únicas, estabelecidas pelos membros da família no seu âmbito e no contexto comunitário em que se encontra estabelecida
Abstract: Inserted in the research line "Family and Society", this thesis aims to present the social and family capital as important tools in the generation of effective social policies to combat poverty and to empower poor community groups in the effort to overcome its difficulties, with its members acting in solidarity and cooperative towards the common good. To do so, we took as basis the study of capital, poverty and family, representing three categories that occupy remarkable dimensions in the study of social sciences in particular, and in almost all other areas of knowledge. The capital, which is a central thesis of this paper, lined up the importance it has today only since the 1980s and has been widely examined as to their existence, their concepts, paradigm in building toward maturity, model analytical and applications in the real world, with the contribution of a large number of authors, national and international, pointing to the fight against poverty and living up to their status instrument that embodies the object of research. Already addressing poverty was designed around two axes: the first deals with poverty as a problem for knowledge, involving different concepts around the topic and bringing measurements that give an approximate idea of their extent and significance, and point the direction of the concrete measures and programs geared to their effective coping. The second axis consists of working poverty as a problem for the action, including social protection and public policies that build their quantitative reduction as an important element of the performance of State and other organizations in that particular field. We examined texts by important authors who have studied the subject in the context of various areas of knowledge they represent, rising data and information about community programs and projects successful, virtuous, to overcome poverty through the use of social capital, both in Brazil and in other countries, synthesizing this process of dealing with the problem as a matter inserted in the struggle for human rights and sustainable economic-social-environmental on the planet. The family, who in the postwar period came to be regarded as an outdated institution, for lack of functionality in modern times has resumed its role as a social subject indispensable to welcome and care for children and the elderly, as a reference for its members and partner essential for the implementation of public policy / social. It is worth noting the importance of family planning and execution of projects of life, starting point so you can glimpse an effective fight against poverty. The life project aims to immediate improvement of education, health, housing and employment and is located in direct opposition to the survival strategies that are concerned only with the immediate needs. The family is of fundamental role in the composition of this thesis work, especially on the approach of the constructive potential of what has been termed Family Social Capital, a still embryonic notion that shows promising perspectives in regard to fighting poverty through the relational goods produced personal relationships, own unique, established by family members in their scope and in the community context in which it is established.
Keywords: Capital Social
Capital Social Familiar
Família
Pobreza
Políticas Públicas
Social Capital
Family Social Capital
Family
Poverty
Public Policy
metadata.dc.subject.cnpq: Sociais e Humanidades
Multidisciplinar
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Catolica de Salvador
metadata.dc.publisher.initials: UCSAL
metadata.dc.publisher.department: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
metadata.dc.publisher.program: Família na Sociedade Contemporânea
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/123456730/233
Issue Date: 30-Jul-2013
Appears in Collections:Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CUNHA JOGB 2013.pdf4.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.