Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/prefix/1020
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Utilização de espécies de cladóceros (Crustacea: Brachiopoda) em ensaios ecotoxicológicos
metadata.dc.creator: Oliveira, Philipe Costa de
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Eder Carvalho da
metadata.dc.contributor.referee1: Silva, Daniel de Abreu Seixas
metadata.dc.contributor.referee2: Dias, Marcelo Alves
metadata.dc.description.resumo: A intensa atividade humana sobre a natureza contribui para sua degradação, sendo o meio aquático, entre os recursos naturais, o mais suscetível a impactos da atividade humana, já que são utilizados como local de despejo de efluentes domésticos e industriais. A Ecotoxicologia surgiu como uma ciência que estuda e avalia os efeitos dos agentes físicos, químicos e biológicos sobre organismos vivos e suas organizações naturais (populações, comunidades e ecossistemas). Através de biomonitoramento e testes de toxicidade, organismos são utilizados como ferramentas para uma resposta de avaliação de mudanças no ambiente de curto ou de longo prazo (toxicidade aguda ou crônica), tendo em vista que apenas análises físico-químicas não são suficientes para determinação de potenciais efeitos à biota. Os cladóceros, conhecidos como “pulgas d’água”, (Crustacea: Brachiopoda) são organismos planctônicos e filtradores, que se alimentam de partículas, algas e demais detritos orgânicos em ambientes aquáticos nos quais estão inseridos, muito sensíveis a alterações ambientais e, dada a essa característica, são submetidos aos mais diversos tipos de poluentes em ensaios ecotoxicológicos, uma vez que estão em níveis iniciais da cadeia trófica, servindo de alimento preferencialmente para peixes, podendo afetar outras instâncias da cadeia alimentar. Em revisão bibliográfica dos últimos 10 anos (2009-2018), as espécies exóticas Daphnia similis e Ceriodaphnia dubia foram as espécies mais utilizadas para estudos de toxicidade aguda e crônica, respectivamente, atendendo a ensaios que abrangem ambientes contaminados por metais pesados (As, Cd, Cr, Cu, Zn), produtos químicos e nanoparticulados (Ag, Ti), além da sua utilização para medição de qualidade de rios e bacias. As espécies Ceriodaphnia silvestrii e Daphnia magna foram utilizadas para compor análises de corpos hídricos sob influência de agrotóxicos e xenobióticos, servindo também como ferramenta para rastreamento de fontes de poluição. As espécies nativas Daphnia laevis e Macrothrix flabelligera foram as menos selecionadas para compor estudos. Os critérios observados para seleção das espécies mais utilizadas foram: ampla distribuição dos organismos, ciclo de vida curto, rápida reprodução e, associada as estas características, estabelecimento de protocolos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e CETESB, no que tange a preparação, manejo e uso dessas espécies. Foi concluído que a versatilidade e diferenças no padrão de sensibilidade dos organismos aos testes que foram submetidos contribuem na escolha destes, inclusive o respaldo técnico e legal dos protocolos existentes, no entanto, é importante a continuidade de pesquisas que tenham a finalidade de inserir outras espécies nativas nas normativas legais, para maior confiabilidade nos resultados, além de trabalhos que visem cada vez mais a manutenção, controle e conservação dos corpos hídricos, consolidando os cladóceros cada vez mais como importantes ferramentas da ecotoxicologia e biomonitoramento
Abstract: The intense human activity on nature contributes to its degradation, being the aquatic environment, among the natural resources, the most susceptible to impacts of human activity, since they are used as a place of disposal of domestic and industrial effluents. Ecotoxicology has emerged as a science that studies and evaluates the effects of physical and chemical agents on living organisms and their natural organizations (populations, communities and ecosystems). Through biomonitoring and toxicity tests, organisms are used as tools for a response (acute or chronic toxicity), given that only physical-chemical analyzes are not sufficient to determine potential effects on biota. The cladocerans, known as "water fleas" (Crustacea: Brachiopoda) are planktonic and filtering organisms that feed on particles, algae and other organic debris in aquatic environments in which they are inserted, very sensitive to environmental changes and, given to this characteristic, they are submitted to the most diverse types of pollutants in ecotoxicological tests, since they are in initial levels of the food chain, serving as food preferentially for fishes, being able to affect other instances of the food chain. In a literature review of the last 10 years (2009-2018), the exotic species Daphnia similis and Ceriodaphnia dubia were the most used species for acute and chronic toxicity studies, respectively, considering tests that include environments contaminated with heavy metals (As, Cd, Cr, Cu, Zn), chemical and nanoparticulate (Ag, Ti), besides its use for the measurement of river and basin quality. The species Ceriodaphnia silvestrii and Daphnia magna were used to compose analyzes of water bodies under the influence of agrochemicals and xenobiotics, also serving as a tool to trace sources of pollution. The native species Daphnia laevis and Macrothrix flabelligera were the least selected to compose studies. The criteria used to select the most used species were: wide distribution of organisms, short life cycle, rapid reproduction and, associated with these characteristics, establishment of protocols by the Brazilian Association of Technical Standards (ABNT) and CETESB, regarding the preparation, management and use of these species. It was concluded that the versatility and differences in the sensitivity of the organisms to the tests that were submitted contribute to the selection of these, including the technical and legal support of the existing protocols, however, it is important to continue research that has the purpose of inserting other species native to the legal regulations, for greater reliability in the results, besides works that increasingly aim at the maintenance, control and conservation of water bodies, consolidating cladocerans as important tools of ecotoxicology and biomonitoring
Keywords: Cladóceros
Ensaios Ecotoxicológicos
Biomonitoramento
Cladocerans
Ecotoxicological assays
Biomonitoring
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Biológicas
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Catolica de Salvador
metadata.dc.publisher.initials: UCSAL
metadata.dc.publisher.department: Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/prefix/1020
Issue Date: 10-Jun-2019
Appears in Collections:Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCCPHILIPEOLIVEIRA.pdf512.35 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.