Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/prefix/4419
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Atuação do ministério público no enfrentamento à violência psicológica contra mulheres no estado da Bahia: da naturalização da violência à omissão estatal
Other Titles: The role of the public ministry in combating psychological violence against women in the state of bahia: from the naturalization of violence to state omission
metadata.dc.creator: Alves, Tainá da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Ferreira, Ana Conceição Barbuda Sanches Guimarães
metadata.dc.contributor.referee1: Brito, Nágila Maria Sales
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo foi desenvolvido no intuito de verificar como vem atuando o Ministério Público no enfrentamento à violência psicológica contra mulheres no estado da Bahia. Para tanto, foi realizada uma revisão de literatura com diversas obras publicadas em suportes distintos a fim de fundamentar os argumentos aqui levantados. Num primeiro momento se discute, portanto, a proteção legal da violência psicológica; a invisibilidade da agressão psicológica; a tipificação do dano psíquico como meio de coibir a violência psicológica; o papel do Ministério Público como guardião dos Direitos Humanos no enfrentamento à violência contra a mulher; e a atuação (e omissão) estatal no combate à violência psicológica no estado da Bahia. Desta forma, entende-se ser fundamental a descrição da proteção jurídica da Lei 11.340/2006 contra a violência psicológica, bem como a discussão do papel do Ministério Público na aplicação dos mecanismos previstos na referida lei e se estão sendo efetivados na Bahia.
Abstract: The present study was developed in order to verify how the Public Prosecutor's Office has been acting in confronting psychological violence against women in the state of Bahia. To do so, a literature review was conducted with several works published in different media in order to support the arguments raised here. In a first moment, we discuss the legal protection of psychological violence; the invisibility of psychological aggression; the typification of psychological damage as a means to curb psychological violence; the role of the Public Prosecutor's Office as a guardian of Human Rights in combating violence against women; and the state action (and omission) in combating psychological violence in the state of Bahia. In this way, it is understood to be fundamental to describe the legal protection of Law 11.340/2006 against psychological violence, as well as to discuss the role of the Public Prosecutor's Office in the application of the mechanisms foreseen in the law, and if they are being put into effect in Bahia.
Keywords: Lei 11.340/2006
Lei Maria da Penha
Violência doméstica e familiar
Ministério Público
Violência psicológica
Law 11.340/2006
Maria da Penha Law
Domestic and familiar violence
Public prosecutors
Psychological violence
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências Sociais Aplicadas
Direito
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Católica do Salvador
metadata.dc.publisher.initials: UCSAL
metadata.dc.publisher.department: Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/prefix/4419
Issue Date: 16-Jun-2021
Appears in Collections:Ciências Sociais Aplicadas > Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCCTAINÁALVES.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.