Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/prefix/731
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Manejo clínico e complicações decorrentes da sífilis congênita: revisão de literatura
metadata.dc.creator: Vilas Boas, Taiara Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: Prado, Eliana Machado Barreto do
metadata.dc.contributor.referee1: Prado, Eliana Machado Barreto do
metadata.dc.contributor.referee2: Teixeira, Tânia Marcia Baraúna
metadata.dc.contributor.referee3: Santos, Sélton Diniz dos
metadata.dc.description.resumo: Identificar as evidências científicas sobre as características da sífilis congênita, evidenciando a importância do diagnóstico, tratamento e formas de prevenção da doença. Método: Trata-se de uma revisão de literatura, com abordagem qualitativa. Foram selecionados 466 artigos, sendo 12 incluídos; com eixo nos resultados e conclusões obtido nos estudos publicados no período 2000 a 2016, e selecionado os Descritores das Ciências da Saúde (DeCS): Sífilis congênita, sífilis, transmissão vertical. Resultados: As manifestações clínicas desta patologia podem ser ausentes no nascimento podendo surgir após dias, meses ou anos. Sendo uma doença de notificação compulsória registrada no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) há falhas no programa de acompanhamento a gestante, acarretando no controle da transmissão vertical da sífilis, crianças com sífilis congênita requer condutas ordenadas, assistência adequada e vigilância para monitoramento e controle da doença, capacitação e sensibilização profissional para informação em saúde. Conclusão: Diante do exposto, este estudo teve como finalidade analisar as consequências dessa patologia, averiguando os motivos que geram enfrentamento da transmissão vertical da sífilis. Por consequência, o exame rápido para diagnóstico da sífilis permite o inicio prévio do tratamento, podendo diminuir a incidência da infecção congênita.
Abstract: To identify scientific evidence on the characteristics of congenital syphilis, highlighting the importance of diagnosis, treatment and prevention of the disease. Method: This is a literature review, in qualitative approach. A total of 466 articles were selected, of which 12 were included; With axis in the results and conclusions obtained in the studies published between 2000 and 2016, and selected the Descriptors of Health Sciences (DeCS): Congenital syphilis, syphilis, vertical transmission. Results: The clinical manifestations of this pathology may be absent at birth and may occur after days, months or years. As a compulsory notification disease registered in the SINAN reporting system there are flaws in the follow-up program for pregnant women, resulting in the control of syphilis vertical transmission, children with congenital syphilis require orderly procedures, adequate care and surveillance for monitoring And disease control, training and professional awareness for health information. Conclusion: In the light of the above, this study aimed to analyze the consequences of this pathology, ascertaining the reasons that lead to coping with syphilis vertical transmission. As a consequence, rapid examination for the diagnosis of syphilis allows treatment to begin earlier and may reduce the incidence of congenital infection.
Keywords: Sífilis congênita
Sífilis
Transmissão vertical
Congenital syphilis
Syphilis
Vertical transmission
metadata.dc.subject.cnpq: Ciências da Saúde
Enfermagem
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Catolica de Salvador
metadata.dc.publisher.initials: UCSAL
metadata.dc.publisher.department: Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/prefix/731
Issue Date: 12-Jun-2017
Appears in Collections:Fisoterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCCTAIARAVILASBOAS.pdf60.96 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.