Please use this identifier to cite or link to this item: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/prefix/850
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A percepção de pedagogos/professores do ensino fundamental sobre as influências das configurações familiares no desempenho escolar das crianças
metadata.dc.creator: Lima, Ana Cristina Bispo
metadata.dc.contributor.advisor1: Fornasier, Rafael Cerqueira
metadata.dc.contributor.referee1: Carneiro, Suzana Filizola Brasiliense
metadata.dc.contributor.referee2: Moreira, Lúcia Vaz de Campos
metadata.dc.description.resumo: No contexto da sociedade contemporânea, a relação família-escola, família-professores mostra-se bastante frágil, permeada de conceitos e preconceitos, o que a torna ainda mais difícil. Há, no contexto escolar, a percepção de que as famílias não acompanham a vida escolar das suas crianças, sendo inclusive muito enfatizada e colocada como fator principal do insucesso escolar, a concepção de “família desestruturada”. A escola e a família são consideradas os ambientes mais importantes na socialização e desenvolvimento do ser humano. Tomando essa afirmação como premissa, o presente estudo de mestrado tem como objetivo geral analisar a percepção que pedagogos/professores do Ensino Fundamental – 1º ao 5º ano – têm sobre a influência das configurações familiares no desempenho escolar das crianças. Este estudo foi realizado numa escola municipal da região metropolitana de Salvador. Os participantes foram: 12 profissionais da educação, sendo 10 professores, um gestor e um coordenador pedagógico. Foram elaborados dois roteiros de entrevista semiestruturados, sendo um aplicado aos professores e outro aplicado ao gestor e ao coordenador. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UCSal. Todos os participantes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e foram submetidos às entrevistas, de acordo com o roteiro. Essas entrevistas foram gravadas e transcritas posteriormente. Os dados foram analisados, utilizando-se a técnica de análise de conteúdo, organizando-os em categorias. Obtiveram-se os seguintes resultados: a totalidade das entrevistadas pertence ao sexo feminino, sendo quatro casadas, quatro solteiras, uma viúva e três divorciadas; a maioria com Formação em nível superior, com Licenciatura em Pedagogia; e todas cursando ou já tendo cursado algum curso de pós-graduação lato sensu, tendo uma das participantes cursado a pós-graduação stricto sensu (Mestrado). Os dados evidenciam que o corpo docente e administrativo da escola possui uma boa formação, adequada às suas atribuições. Segundo a concepção das participantes, a família é a base de tudo, o primeiro ambiente de socialização e de desenvolvimento do indivíduo. A concepção de escola, segundo os dados colhidos, aponta para um espaço de acolhimento, de socialização e de construção do conhecimento. A relação de parceria entre a família e a escola é citada como ponto importante para o desenvolvimento do processo ensino e aprendizagem. Ainda segundo as professoras, a participação e o envolvimento da família nas atividades escolares é condição fundamental para o bom desempenho escolar das crianças. Finalmente, segundo as participantes, as novas configurações familiares influenciam no desempenho escolar das crianças, embora, conforme exposto pelas entrevistadas, não seja um fator determinante. Conclui-se que ainda há barreiras a serem vencidas nessa relação família e escola, no tocante às concepções que se encontram atreladas a (pré)conceitos instituídos dentro do contexto escolar, a fim de favorecer o diálogo com a família e a sua participação efetiva na vida escolar de seus filhos.
Abstract: In the context of contemporary society, the relationship between family - school, family - teachers is quite fragile, filled with concepts and prejudices, which makes it even harder. In the school context there is the perception that families do not follow their children’s school life, and the concept of "unstructured family" is emphasized and placed as the main factor of school failure. The school and the family are considered the most important environments in the socialization and development of the human being. Taking this statement as a premise of this study, it was proposed as a general objective to analyze the perception that educators/teachers of elementary school - 1st to 5th grade - have on the influence of family configurations in the school performance of children. This study was conducted in a municipal school in the metropolitan area of Salvador. Twelve educational professionals were included in this study, 10 teachers, one manager and one pedagogical coordinator. Two semi-structured interview scripts were elaborated, one applied to the teachers and another applied to the manager and the coordinator. The study was approved by the Ethics Committee. All participants signed off the Informed Consent Form and were interviewed, according to the script. The interviews were recorded and transcribed later. The data were analyzed using the technique of content analysis, organizing them into categories. The following results were obtained: all women were female, four married, four single, one widow and three divorced, most of them with higher education, with a degree in pedagogy, and all of them were enrolled or had already studied lato sensu postgraduate course, having one of the participants enrolled in the stricto sensu postgraduate course (Master’s degree). The data showed that the teaching and administrative staff of the school has a good education, appropriate to their duties. According to the participants' conception, the family is the basis of everything, the first environment of socialization and development of the individual. The conception of school, according to the data collected, points to a space of reception, a space of socialization and knowledge construction. The partnership between the family and the school is mentioned as an important point for the development of the teaching and learning process. According to the teachers, the participation and involvement of the family in school activities are a fundamental condition for the good school performance of the children. Finally, according to the participants, the new family configurations influence children's school performance, although, as stated by the interviewees, it is not a determining factor. It is concluded that there are still barriers to be overcome in this relationship between family and school, regarding conceptions that are linked to prejudices instituted within the school context, to favor dialogue with the family and their effective participation in their children’s school life.
Keywords: Família
Configurações Familiares
Escola
Desempenho escolar
Family
Family Settings
School
School performance
metadata.dc.subject.cnpq: Sociais e Humanidades
Multidisciplinar
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Católica do Salvador
metadata.dc.publisher.initials: UCSAL
metadata.dc.publisher.department: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
metadata.dc.publisher.program: Família na Sociedade Contemporânea
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/prefix/850
Issue Date: 29-Mar-2019
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAOANACRISTINALIMA.pdf1.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.